A Lenda do Caçador de Dragões

blackwood-castle.regular“A Morte de Da’Icaru”

anglicantext.regularra uma vez nos escombros da falecida cidade de Northcrawler um herói ressurgia. Ele não tinha nome e se teve um, provavelmente, não se lembraria. Seu corpo era um molde de cicatrizes, seu rosto era tão belo quanto o de um abutre, seus olhos eram afiados e seus cabelos eram cordões de aço enferrujado. Mas, mesmo não sendo um dos mais valentes nobres ou príncipes, poderia fazer com que os próprios se ajoelhassem perante a sua presença. Fizera isso com Ilunar V, o último príncipe que tentou impedi-lo de matar Akhar’zel, o dragão das montanhas; e faria o mesmo se algum outro tentasse impedi-lo de matar Da’Icaru, o que soava tolo e bastante improvável.

Da’Icaru Yeh Arkh’ll! soth Vasteh Klav!

Diziam as canções. “Da’Icaro, o Imortal! Desce da Caverna Fervente!”

De todos os dragões que tivera que enfrentar, Da’Icaru de longe era o mais poderoso. Era ele o dragão cujo ‘Caçador’ possuía o mais profundo ódio, Aquele que arrancou-lhe a vida e tudo o que ele havia de melhor, dragão cujo obrigou-o a viver como um fantasma nas desoladas terras do norte.

Seu peitoral reluzia as flechas douradas do deus Sol que brilhava no alto da Caverna Fervente. O dragão desceu do voo de forma majestosa e parou alguns metros de distância do Caçador. Soubera de sua jornada a quase dois anos e desde então esperava-o, mas surpreendeu-se em encontrá-lo justo ali no túmulo de uma velha cidade.

Os olhos do Caçador eram mais perigosos que qualquer veneno e mais mortais que qualquer espada existente. Eles expressavam o ódio acumulado, perdas insuperáveis e – pelo que dizem as tradições e outras lendas que narram a história desse mesmo caçador – ao fitá-lo o Dragão percebeu que seu dia havia chegado.

A espada do Caçador ameaçou-o com fervor e perfurou-lhe parte do peito. O dragão reagiu e laçou-lhe jorradas de fogo, que o Caçador defendeu com total habilidade. As garras do temível Da’Icaru cortou-lhe parte do rosto e quebrou parte de suas costelas, e outros ossos do braço, em um ataque simples e improvisado, mas não fora o suficiente para deter o Caçador que por fim arrancou o coração do temido, algo que parecia uma cabeça em carne viva, pulsante.

E por muito que lutasse e tentasse resistir aos ferimentos que ‘O Imortal’ lhe causara acabou cessando e descansando na desolação eterna junto com o resto de Northcrawler e de sua família.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s